Psicologia das cores: como o tom certo pode aumentar suas vendas

Publicado em: 04 fevereiro 2020 - Categoria: Sem categoria

Alguma vez você já viu uma embalagem de alimentos ou placa de uma lanchonete e bateu uma fome? Isso pode até parecer uma coincidência, mas, na verdade se trata de uma estratégia pensada para atrair sua atenção e, claro, te convencer a comprar determinado produto ou serviço.

No texto de hoje, você vai entender o que é a psicologia das cores, como ela atua e conhecer alguns exemplos, além de receber algumas dicas de como aplicar a técnica no seu negócio.

O que é essa tal psicologia das cores?

Se você já tem um pouco de conhecimento de marketing, em especial o digital, já sabe que a criação de uma peça ou campanha é pensada em todos os detalhes para convencer a sua persona a comprar aquele produto ou serviço. Naquele trabalho, a data de inserção foi pensada, assim como as imagens, a tipografia das letras, o texto, logo e por aí vai. Absolutamente todo o conteúdo é estratégico, o que não seria diferente com as cores.

O mercado percebeu que as cores causam sensações nas pessoas, desejos e até mesmo mudanças nos desejos, o que pode pode provocar essa necessidade de compra da persona.

Um exemplo clássico de sensação provocada pelas cores é o da combinação amarelo e vermelho. Já parou para pensar que grande parte das redes de fast-food usam estes dois tons nas suas marcas e propagandas? Pois bem, essas cores são utilizadas justamente para estimular a vontade de comer nas pessoas que estão passando naquele ambiente.

A psicologia das cores no marketing digital

Mesmo sendo muito utilizada em pontos de vendas físicos, é possível sim aplicar essas técnicas da psicologia das cores em estratégias de marketing digital para seus clientes. Uma ação excelente é aplicar cores complementares para chamar a atenção do seu leitor ou até mesmo para incentivar que ele clique no seu call to action (CTA).

Quando você pega o círculo cromático vai perceber que a cor oposta a outra é sua complementar. Isso significa que são cores harmônicas entre si, dando um efeito interessante e, principalmente, atrativo para o seu público.

Mas claro, a escolha da cor primária não é feita aleatoriamente, é necessário encontrar um tom que se adeque ao perfil daquilo que você quer vender. Por exemplo, tem uma marca que vende alimentos saudáveis e de origem vegetal? Uma boa opção é o laranja, que vai provocar essa sensação estimulante, e o verde.

É realmente necessário aplicar a psicologia das cores no meu negócio?

Se o seu objetivo é ter bons resultados, o ideal é aplicar todas as estratégias que vão surtir efeito. Para ter uma ideia do quanto as cores interferem na decisão de compra, de acordo com Neil Patel, um dos maiores nomes do marketing digital atualmente, 85% das compras têm influência direta das cores.

A psicologia das cores é apenas uma das estratégias que devem ser aplicadas o seu negócio para trazer lucros. Quando for pensar em alavancar suas vendas, pesquise muito. Na verdade, o ideal é procurar uma equipe capacitada, para te orientar.

Compartilhe: