Os desafios do paciente antes de chegar ao consultório

Publicado em: 20 maio 2019 - Categoria: Gestão de clínicas

Antes de chegar ao consultório cada paciente passa por uma trajetória com desafios um tanto quanto similares e entender cada uma desses desafios pode te auxiliar a atrair e melhor atender esses pacientes.

Esses desafios são diversos e aparecem em cada fase da trajetória dos pacientes antes da consulta. Saber determinar seus sintomas, conhecer possíveis causas e procurar profissionais capacitados para o atender são alguns exemplos desses desafios que seus pacientes enfrentam.

A trajetória e os desafios dos pacientes antes de chegar ao consultório:

Um indivíduo não acorda um dia e simplesmente resolve marcar uma consulta com determinado médico. São diversos fatores que o atingem e o influenciam, inclusive, na hora de tomar a decisão a respeito de qual especialidade e especialista escolher.

Em primeiro lugar, na vida desses pacientes entra o sintoma ou mesmo uma dúvida que os assola sobre determinado assunto. Um sintoma, algo que eles não estavam sentindo antes e é fora do normal, pode ser um indicador de alguma doença ou patologia e sinônimo de preocupação.

Essa preocupação leva a pessoa a pesquisar mais a respeito desse sintoma, quais as possíveis doenças ou patologias que ele pode indicar e quais os tratamentos mais indicados para cada um desses casos. A partir disso, o paciente em questão decide se irá tratar e esperar os sintomas passarem por conta própria ou se irá procurar um médico.

Por mais que pareça algo relativamente simples, cada uma dessas etapas é um desafio para o paciente. Procurar informações relevantes e verídicas, diminuir a lista de possíveis doenças ao máximo para ter mais certeza do diagnóstico, tratar-se e também escolher algum profissional, por meio de uma extensa lista, que irá melhor atender.

Mesmo em outros casos, a trajetória do paciente acontece de maneira similar e com isso os desafios também são praticamente os mesmos. A grande maioria das pessoas quer saber o que se passa em seu organismo de forma rápida e mais simples possível que é por meio da internet.

Na internet, é possível encontrar uma grande variedade de informações sobre as mais diversas doenças, por isso, não é de se estranhar que o “Dr Google” possa pesquisar pelos sintomas e passar para essa pessoa os possíveis diagnósticos. Mesmo o Dr Google oferece uma extensa possibilidade de diagnósticos, o que não necessariamente diminui os desafios do paciente.

A partir desses diagnósticos, o paciente decide qual será o seu próximo passo. Por mais que alguns profissionais vejam essa prática como um perigo para a saúde e uma ameaça aos seus diplomas, ela também é muito útil para atrair esses pacientes para o seu consultório.

Depois de conhecer mais a respeito do seu sintoma, dos possíveis diagnósticos e da provável gravidade, o paciente tende também a procurar uma clínica especializada ou mesmo um hospital para tirar todas as suas dúvidas, confirmar o diagnóstico e, se for o caso, começar o tratamento o mais rápido possível.

Outro desafio que merece atenção é o de encontrar profissionais que tratem o paciente de maneira adequada, fazendo este se sentir à vontade para expressar suas preocupações, tirar suas dúvidas e expor o que está sentindo. Criar um laço de confiança e um ambiente seguro para seus pacientes é possível quando se conhece cada um deles e sabe da maneira que deve os atender e também do que eles precisam para melhorar ainda mais a sua experiência.

Conhecer cada um dos seus pacientes atuais e potenciais significa também conhecer os desafios de cada um até que estes cheguem ao seu consultório. Saber disso e aplicar esses conhecimentos de maneira adequada pode significar um crescimento para o seu consultório e a construção de uma cartela de pacientes fiéis. Mas, como isso é possível?

Como conhecer os desafios do seu paciente e utilizar isso a seu favor:

Para conhecer o seu paciente é preciso uma pesquisa aprofundada sobre seus diferentes perfis, as demandas que chegam ao seu estabelecimento e também sobre qual o público que deseja atingir segundo as especialidades que oferece.

Essa pode não ser uma tarefa fácil, porém também não é impossível e, ainda, traz diversos benefícios em geral. Conhecer o seu paciente é saber como atraí-lo e também qual a melhor maneira de atendê-lo de forma que ele saia feliz, cuidado e recomendando o seu estabelecimento para as pessoas ao seu redor.

Para isso, são necessários estudos de caso, referências e a criação de estratégias, inclusive na área do marketing médico.

Mas, como isso pode te ajudar a conhecer os desafios na trajetória que seu paciente faz antes de chegar ao consultório?

Conhecendo as características básicas do seu paciente alvo é possível ter uma noção melhor a respeito dos possíveis sintomas que ele pode sentir e, consequentemente, também do que ele está procurando na internet. A partir daí são geralmente introduzidas estratégias para atrair e converter esse paciente.

Criando conteúdos relevantes e específicos para cada perfil auxilia a atraí-los para o seu estabelecimento. Conteúdos que detalham cada possível doença relacionada a aquele sintoma, os tratamentos disponíveis no mercado, entre outros. Assim, você se torna referência na área e essas pessoas tendem a ter mais confiança nos seus conhecimentos, procurando o seu consultório.

A mesma prática vale para os casos onde o paciente está apenas curioso, querendo saber mais sobre os aspectos de uma vida saudável, por exemplo. Essa prática também vale para qualquer etapa da trajetória do seu paciente, pode inclusive os ajudar a identificar os primeiros sintomas que merecem atenção.

Ao diminuir os desafios do seu paciente, oferecendo-o conteúdo relevante sobre o sintoma que este possui ou que mesmo possa vir a ter você também diminui outros desafios da trajetória dele, como também a dificuldade em encontrar profissionais de confiança e, consequentemente, ainda facilitando o seu diagnóstico seguro e preciso, seguido assim de um tratamento eficaz.

Não subestime os desafios de cada paciente que passa pelo seu consultório, pelo contrário, procure entender a trajetória de cada perfil e os obstáculos que encontram pelo caminho.

Compartilhe: