Influenciadores digitais: como eles podem ajudar na sua estratégia?

Publicado em: 21 janeiro 2020 - Categoria: Sem categoria

Você já comprou algum produto ou serviço por indicação de uma pessoa muito próxima de você? Claro, se alguém que é de sua confiança vai lá, usa ou consome algo e te indica aquilo, é claro que você vai comprar, não é verdade? Essa é a lógica de vendas usada no Influencer Marketing, ou Marketing de Influência, estratégia que usa os influenciadores digitais para impulsionar os resultados.

Conheça mais sobre a estratégia que pode alavancar suas vendas.

Influenciadores digitais: quem são eles?

Se você usa a internet, com certeza já ouviu o termo influenciador digital, também conhecido como digital influencer. Esse é o nome do ofício (sim, já consideramos isso um trabalho) daquelas pessoas que divulgam momentos do seu cotidiano pela internet para seus fiéis seguidores. Os influenciadores mostram absolutamente tudo: o que comem, suas atividades físicas, idas ao médico, dentre outros eventos. Como os seguidores acreditam naquilo que essas pessoas fazem ou falam, aquilo que eles contam se torna uma verdade, influenciando no poder de compra de quem os acompanha.

Há alguns anos, os primeiros influenciadores digitais surgiram através dos blogs. Em um espaço próprio, eles escreviam e postavam fotos sobre assuntos que dominavam. Hoje a forma de influência mudou: as redes sociais se tornaram os principais palcos dos influenciadores, meios pelos quais eles exibem suas vidas.

No Brasil sobram casos de influenciadores de sucesso. Um bom exemplo é a musa fitness Gabriela Pugliesi, com 4,2 milhões de seguidores no Instagram. Temos também o Youtuber Whindesson Nunes, com mais de 38,2 milhões de inscritos no seu canal.

Existem também os microinfluenciadores, ou seja, aquelas pessoas que, apesar de terem poucos seguidores, apresentam bom engajamento nas suas redes sociais e, assim, apresentam bons números.

Mas, será que eles realmente apresentam resultados efetivos?

Será que vale a pena investir em influenciadores digitais? Uma pesquisa realizada pelo Twitter em parceria com a Annalect mostrou que 40% das pessoas que participaram do estudo já comprou algum produto indicado por um influenciador. Como se não bastasse, a Nielsen divulgou que 66% das pessoas que consomem esse tipo de conteúdo confiam no que veem.

Na maioria das vezes, o retorno obtido ao investir em influencers é muito maior e mais rápido em comparação com outras estratégias de marketing. Dependendo do influenciador que você escolher, apenas com o envio dos produtos é possível ter uma visibilidade.

Mas, para sua estratégia dar certo, é importante escolher bem quem vai falar do seu produto.

Qual influenciador devo escolher?

Pesquise muito sobre o influenciador que deseja contratar, avalie seu histórico e se os valores daquela pessoa são os mesmos que os da sua empresa e se ele ou ela usaria de fato aquele produto. Não faz o menor sentido fazer uma influenciadora fitness divulgar um refrigerante, certo?

O grande barato dos influenciadores é a verdade que eles passam para seus seguidores. Portanto, eles não vão indicar algo que não acreditam ou não usam. Por isso mesmo é importante que eles gostem do produto ou serviço em questão. Escolha alguém interessante e condizente com o seu negócio para alavancar as vendas.

Compartilhe:

Fale com um consultor para avaliação, diagnóstico ou orçamento gratuito.