Criação de sites para empresas

Publicado em: 04 agosto 2020 - Categoria: Sem categoria

Quem utiliza internet, mesmo que pouco, já deve ter se deparado com um deles (inclusive, você está lendo esse texto dentro de um): os sites. Eles são um conjunto de páginas web e são a base da internet atualmente. Neste texto, você terá acesso a um guia que explicará tudo sobre essa ferramenta, qual a sua importância para o seu negócio e como criar um site para a sua empresa crescer no meio digital. Boa leitura!

O que é um site?


Como explicamos na introdução, um site é um conjunto de páginas da web que são organizadas, unidas e localizadas em um servidor de rede. De maneira simples, os sites funcionam como livros, enquanto que as suas páginas representam as páginas deste livro.

Cada site aborda um tema, como um portal de notícias, uma plataforma/ferramenta, lojas virtuais, FAQ de informações sobre uma empresa, dentre muitos outros nichos. Todos eles são indexados em mecanismos de busca, no qual são encontrados pelos usuários.

Um site pode trazer informações sobre diversos assuntos ou abordar apenas um tema bem específico: isso ficará a cargo do seu criador, que é quem cria ou define diversos aspectos do mesmo, como o seu layout, a organização dos botões e a própria linguagem que é utilizada nos textos , bem como outros tipos de mídias presentes nas páginas. Em inglês, o termo correto é website, mas o que ele significa? Web significa “rede”, nome dado para a rede mundial de computadores (world wide web). Já site, significa lugar. Juntando as duas palavras, website significa “lugar na rede”.

Existem diversos tipos de site que podem ser criados por usuários de todo o mundo. Cada um deles tem uma finalidade específica, além de contarem com estruturas e apresentações completamente diferentes.

Blog


Os blogs são locais em que são postados textos que visam nutrir o público com informações sobre o nicho no qual atuam. Existem diversos tipos de blogs na internet, como de receitas, marketing, medicina dentre muitos outros nichos.

Sites

Já os sites são aqueles que reúnem informações sobre uma marca ou instituição, veiculando as principais novidades e notícias, explicando a história da empresa e seus principais produtos/serviços dentre outras informações.

Eles são bastante utilizados por empresas, mas pessoas físicas também costumam criar sites para veicular o seu currículo ou portfólio de serviços, o que auxiliará na sua carreira e na busca por um emprego.

Loja Virtual

As lojas virtuais são locais nos quais são vendidos produtos 24 horas por dia. Eles podem ter um nicho específico, como moda, maquiagem, produtos eletrônicos, ou serem mais generalistas, a depender do foco de cada site.

Algumas empresas que contam com lojas físicas também investem nos modelos on-line, já que garantem o alcance de um público maior, além de fornecer mais facilidade para os clientes que querem comprar de casa ou verificar os produtos vendidos pela instituição.

Qual a história dos primeiros sites criados?

O primeiro website criado foi desenvolvido pelo Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (CERN) e publicado em 6 de agosto de 1991. A ideia por trás dele foi feita pelo físico Tim Berners-Lee, com a proposta de divulgar informação por meio de hiperlinks, de maneira interna. Assim, os computadores dos físicos do centro de pesquisa foram conectados entre si para que as informações sobre pesquisas e descobertas fossem compartilhadas mais rapidamente. O projeto foi batizado de WorldWideWeb e seu primeiro endereço foi “http://info.cern.ch/hypertext/WWW/TheProject.html “. Lá, os usuários poderão ler informações sobre como criar o seu próprio site e como funcionavam os hipertextos. Também era possível descobrir como fazer pesquisas dentro do próprio sistema para conhecer outros sites e obter mais informações sobre outros assuntos.

Conforme a popularização do projeto, novos sites e servidores começaram a se unir ao WorldWideWeb na Europa e nos Estados Unidos. Poucos anos após a sua criação, o primeiro navegador computadores, facilitando a utilização da rede, o que resultou em um aumento da sua popularização.

De acordo com informações do Live Stats, site da empresa que coleta e divulga em tempo real diversas informações sobre a internet e redes sociais, existem mais de 1,7 bilhão de sites criados em todo o mundo.

Entretanto, apesar do número exorbitante, acredita-se que apenas 200 milhões sejam realmente ativos. Porém, novos sites são criados todos os dias, todos com diferentes nichos propostas.

Como criar um site?


Agora que você conheceu um pouco mais sobre a história dos sites, além de entender o que ele é e como ele funciona dentro da internet, está na hora de entender como é o processo de criação, conferindo as suas principais etapas.

Registre o domínio

O primeiro passo é definir qual será o nome do seu site e registrar um domínio. Assim, os usuários saberão como encontrá-lo, por meio da url com o nome característico. No site Registro.br, é possível verificar se o nome escolhido está disponível, bem como definir qual tipo de extensão será utilizado.

Existem vários tipos de domínios que podem ser escolhidos pelo usuário, como o “.com”, “.br”. “.net”, “.org”, dentre outros. Essa escolha se dará por conta da finalidade do site. Por exemplo: sites com a extensão “.com” podem procurar por um público que também resida no exterior, enquanto que uma extensão “.org”, mostra que o site é um projeto ou está vinculado a uma ONG.

Contrate um serviço de hospedagem


O segundo passo é investir em um serviço de hospedagem. É por meio dele que todos os dados do seu blog serão armazenados na nuvem, permitindo com que sejam acessados por você e seus usuários 24 horas por dia.
É importante escolher um serviço de hospedagem com sabedoria, já que uma escolha errada poderá resultar em um armazenamento menor de o esperado, além da possibilidade de quedas constantes no servidor, fazendo com que seu site saia do ar.

Construa o seu site

O próximo passo é construir o esqueleto e layout do seu site. É preciso definir quais páginas ele terá, como será a sua logo, as cores que terão o seu site, dentre outras informações. Você poderá fazer essa construção de maneira manual, criando por meio de temas prontos e editados disponibilizados pelos próprios serviços de hospedagem ou criação de sites.

Também é possível contratar programadores e designers para criarem toda a parte estrutural do seu site, permitindo com que você tenha uma maior criatividade e liberdade para deixá-lo do seu jeito e com as expectativas dos seus usuários.

Com tudo pronto, você já poderá lançar o seu site na internet e divulgá-lo nas suas redes sociais. Você também poderá acoplar um blog ao seu site e criar publicações periódicas e educativas para o seu público, para que eles entendam o que você faz e quais os benefícios e diferenciais da sua empresa.

Quanto custa criar um site?

Mas será que tudo isso custa muito caro? A resposta é: depende. O valor pode variar conforme o porte do site ou do nicho em que ele atua, dentre outros aspectos extras que podem encarecer o serviço

Também é preciso fazer uma pesquisa de mercado para verificar quais são os serviços de hospedagem que mais valem a pena, e caso você contrate outros profissionais para fazerem a parte gráfica ou programar o seu sítio, também precisará avaliar os preços dentre os profissionais do mercado.

É muito importante que, antes de começar a criar o seu site, você defina qual será o orçamento disponível para esse projeto. Com isso, você conseguirá encontrar hospedagem e profissionais que caibam nesse valor mais facilmente, além de alinhar as expectativas com relação ao seu resultado final.

Também é possível criar um site de maneira totalmente gratuita, utilizando plataformas que oferecem hospedagem. Entretanto, as suas opções de customização são limitadas, além de não poder ter um domínio apenas com o nome do seu site. Para isso, ainda será necessário investir em um registro de domínio.

Além disso, conforme o crescimento do seu site, você precisará de mais espaço de armazenamento de dados, além de adicionar recursos extras que podem melhorar a experiência do seu público ou ajudar na mensuração de algum índice.

Sites gratuitos também não estão protegidos da maneira correta contra ataques hackers, que podem roubar dados dos seus usuários ou deixar a sua página fora do ar. Por isso, é preciso tomar cuidado, já que o barato pode sair caro.

Quais os benefícios de ter um site?

Independentemente dos gastos, ter um site vale a muito pena. A seguir, você confere alguns dos benefícios de ter um site para a sua empresa ou pessoal, para servir como portfólio ou currículo para alavancar sua carreira. É mais barato do que alternativas físicas

Criar uma loja virtual, por exemplo, acaba sendo bem mais barato do que criar uma loja física, além do processo ser bem mais rápido. O mesmo vale para o alcance das empresas: ter e manter um site acaba sendo mais vantajoso e alcançará um público maior caso esse esforço seja feito no mundo off-line, com a veiculação de propagandas. Além disso, como falamos no tópico anterior, que é possível criar um site de maneira gratuita, e assim, sair bem mais em conta do que investir em algo físico. Essa pode ser uma maneira de entender melhor como é o seu público on-line e se estar nessa plataforma faz sentido para a sua empresa.

Oferece praticidade aos seus clientes

Outro benefício de ter um site é oferecer praticidade aos seus clientes, já que eles poderão conhecer mais sobre a sua empresa, tirar dúvidas, conhecer e até mesmo comprar os produtos/serviços da sua empresa sem necessariamente ir até o espaço físico.

Por conta de um estilo de vida cada vez mais movimentado, muitas pessoas não tem tempo para visitar lojas e empresas e preferem fazer o máximo de atividades possível com maior praticidade. Ao fornecer isso aos seus clientes, você sairá na frente da concorrência. É uma forma de divulgar os seus serviços/produtos com maior liberdade O seu site é o seu domínio, permitindo com que você tenha liberdade para fazer uma propaganda dos seus produtos ou serviços com maior liberdades. Em redes sociais, você precisará ficar preso a medidas e padrões, além de precisar pagar para que o seu conteúdo seja transmitido para mais pessoas.

Utilizando um site, você poderá fazer e divulgar os seus conteúdos gratuitamente, além do fato de que, ao fazer e implementar uma boa estratégia de marketing de conteúdo, você poderá alcançar milhares de pessoas ao ficar nas primeiras páginas do site.

Aumenta o alcance da sua marca

Pela possibilidade de ser indexado nos mecanismos de pesquisa, o seu site poderá ser acessado por milhares de pessoas de diversas partes do país, ou até mesmo do mundo. Com isso, você conseguirá um alcance muito maior para a sua marca do que atuando apenas offline ou em redes sociais.

Com um maior alcance, você conseguirá vender mais produtos, inclusive on-line. E mais vendas significa mais lucro para a sua empresa, e o melhor: por um investimento mínimo ou até mesmo gratuito. Resulta em mais vendas

Resulta em mais vendas

É possível vender mais não apenas alcançando mais pessoas com o seu site, mas também porque eles conseguem fidelizar clientes com mais facilidade. As pessoas precisam adquirir confiança na empresa para então fazer uma compra, e nada melhor do que utilizar o lugar em que elas mais passam o tempo, como a internet, para fazer isso.

Entretanto, não é apenas criar e deixar o site abandonado que ele trará mais clientes e alcance para o seu negócio. Ele precisa estar constantemente atualizado para fornecer o máximo de informações atualizadas e corretas sobre o seu nicho, além de se manter em boas colocações nos mecanismos de pesquisa.

Como criar um Web Site profissional?

Fazer esses passos não garantirá que o seu site tenha sucesso. É preciso prestar atenção a alguns detalhes para que você consiga aproveitar ao máximo dessa ferramenta e conseguir um maior alcance e lucros para o seu negócio.

Coloque todas as informações da empresa Uma das dicas mais importantes é colocar todas as informações da sua empresa de forma clara e evidente no seu site. Os usuários precisam acessar a sua página e conhecer o que a sua empresa faz e o que ela pode oferecer.

Ao mesmo tempo, elas precisam saber onde tirar as suas dúvidas, seja por uma seção de FAQ ou em um chat on-line disponibilizado, fazendo com que o usuário converse com BOTs ou com pessoas reais treinadas para melhor atendê-lo.

Tenha um site simples

É muito importante que o próprio layout e design do seu site sejam simples, afinal, o excesso de informações poderá atrapalhar o cliente em navegar no seu site com tranquilidade, já que ele poderá se distrair com tanto estímulos.

Sempre atualize o seu site

É importante que todas as informações do seu site sejam atualizadas constantemente, já que o usuário se basear nelas para entrar em contato com a empresa, tirar dúvidas ou até mesmo se informar sobre o nicho de atuação da mesma

O mesmo deve acontecer com os conteúdos publicados no blog: é necessário fazer uma análise periódica dos artigos já publicados e então elencar aqueles que podem ser nutridos de novas informações ou terem dados corrigidos.

Deixe suas informações e formas de contato

Se os usuários e clientes quiserem entrar em contato com você, eles poderão procurar em seu site o endereço, número de telefone, e-mail ou até mesmo um chat para começar uma conversar ali mesmo.

Faça com que seu site seja ágil

Lembra quando falamos que o seu site precisa carregar rápido? Isso é muito importante para diminuir a taxa de rejeição das suas páginas, ou seja, o número de pessoas que as acessam por apenas alguns segundos.

Isso pode acontecer por uma série de motivos, tanto pelo conteúdo do site não ser interessante, o usuário ser direcionado para uma página não existente ou pelo fato dela não carregar rapidamente,o que resulta na desistência do usuário.

Invista em SEO

O SEO, Search Engine Optimization, é um conjunto de técnicas para ranquear as suas páginas e blog posts nos primeiros resultados do Google e de outros mecanismos de pesquisa. Assim, o seu site estará em evidência para mais pessoas.

Saber trabalhar a palavra-chave dentro dos textos, cria uma boa meta description e deixar as suas páginas sempre atualizadas são algumas maneiras de se fazer SEO e ter o seu site sempre relevante para os sites de busca e para os seus usuários.

Quais as plataformas de criação de sites?

Para criar o seu site, seja organizar o seu site ou escrever o conteúdo das páginas, você precisará contar com uma plataforma. Existem algumas no mercado com diferentes faixas de preço e que contam com diversas vantagens. Veja a seguir um pouco mais sobre cada uma delas.

WordPress

O WordPress é a plataforma de criação de sites mais utilizados no mundo. Por meio dela, é possível criar seus artigos, editar e criar páginas, além de adicionar plugins que podem otimizar a experiência do cliente.

O WordPress ainda oferece um serviço de hospedagem próprio e temas que podem ser adquiridos gratuitamente ou na versão premium. Ele também a plataforma indicada pelo maior mecanismo de buscas, o Google, o que auxilia em um melhor rankeamento das páginas.

Blogger

O Blogger é a plataforma de criação de sites comprada pela Google em 2003. Ela ficou bastante popular por ser utilizada por quem queria criar sites mais pessoais, como blogs e diários, além do fato de ser totalmente gratuita. Outro benefício do blogger é que ele permite uma maior personalização das páginas, já que é possível inserir códigos de programação para personalizar ou criar o seu site do 0. Entretanto, é importante ter um certo conhecimento da área para se arriscar, caso o contrário, o site poderá não ficar funcional.

Wix


O Wix tem se popularizado bastante nos últimos tempos, principalmente por fornecer uma maneira mais intuitiva e rápida de personalizar o layout dos sites. Além disso, ela também oferece integração nativa com diversas redes sociais como Twitter, Facebook e Pinterest.


Ele oferece um plano gratuito, mas também é possível pagar para conseguir um tema mais moderno e bonito, sendo todos personalizáveis, podendo arrastar blocos de texto e imagens de um lado para o outro facilmente.

Squarespace

O Squarespace é uma plataforma conhecida por permitir que os usuários criem sites com designs mais elegantes, tendo ótimas estruturas de webdesign e com modificações intuitivas e práticas de serem modificadas. Entretanto, não existe uma versão paga da plataforma, necessitando de um pagamento mensal mínimo para utilizar os recursos mais básicos. Também existem opções de planos mais caros, mas que oferecem uma maior liberdade de criação e edição de temas.

Kirby

Para quem tem conhecimento em programação, o Kirby pode ser uma escolha interessante para criar o seu site. Ele é um CMS, Content Management Service, no qual é possível criar layout para blogs e também adicionar funções para as páginas.

O Kirby pode ser utilizado gratuitamente, mas para que seu site seja publicado on-line, será necessário comprar uma licença para tal. Um outro ponto a se atentar é que ela não hospeda a sua página de maneira automática, para que você coloque-a no ar da maneira que quiser.

Por que devo criar um site para o meu negócio?

Ao criar um site, você estará levando a sua empresa para um novo ambiente, com novas possibilidades de crescimento. Na internet, será possível ter novos clientes, novas formas de venda e novos meios para divulgar os seus produtos.

Essa também é uma ótima maneira de conhecer o seu público e deixar com que o seu público conheça melhor a sua empresa e o que ela faz. Com isso, ocorrerá um ganho de confiança, o que resultará em mais vendas e na conversão de clientes para fãs da sua marca.

Assim, entendendo as principais informações sobre a criação de sites, você está preparado para dar o primeiro passo para a modernização da sua empresa. Agora, é hora de pensar em qual a melhor plataforma para a sua página e que tipo de conteúdos serão publicados nela. Gostou do texto? Então assine a nossa newsletter e não perca mais nenhum conteúdo em nosso blog.

Compartilhe:

Fale com um consultor para avaliação, diagnóstico ou orçamento gratuito.

Open chat