7 erros mais comuns no marketing médico

Publicado em: 31 julho 2018 - Categoria: Gestão e Negócios

Utilizar todas as possibilidades de marketing que a internet oferece para que você ou o seu negócio fiquem em evidência no mercado é algo considerado como obrigatório hoje em dia, independente do seu nicho.

Criar estratégias para uma boa divulgação é essencial e se planejar é a chave para o sucesso. O marketing médico, por exemplo, deve ser feito com muita atenção e de forma bem estruturada para que os profissionais se destaquem no mercado.

Para que você se saia bem no seu marketing, destacamos neste artigo os 7 principais erros cometidos para que você fuja deles. Confira!

1. Ignorar o poder das redes sociais

Atualmente, é muito difícil encontrar alguém que não esteja presente nas redes sociais. As diversas plataformas ajudam a conectar pessoas, seja no âmbito pessoal ou profissional.

O Facebook, por exemplo, é a maior rede social do mundo e é um canal em que pode ser postado praticamente de tudo. Já o LinkedIn é voltado para o perfil profissional e é um ótimo lugar para você buscar oportunidades e expor todo o seu conhecimento e capacidade.

Os médicos não devem ignorar esse poder das redes. É importante acompanhar as novidades e estabelecer um relacionamento saudável com os pacientes.

2. Não estudar o código de ética do marketing médico

Antes de começar a criar estratégias de marketing, é muito importante analisar o que é permitido e o que não é. Existem regras muito bem definidas para isso que devem ser seguidas à risca!

Por exemplo, um médico não pode divulgar uma especialidade que ele ainda não está registrado, mesmo que esteja em fase final do processo de estudo. Além disso, nenhuma publicidade pode indicar que aquele médico é o único capaz ou responsável por um determinado tratamento. Por isso, é preciso estudar o código de ética antes de criar qualquer campanha de marketing.

3. Não acompanhar os resultados e métricas

Pensando no marketing digital, as possibilidades são diversas. Porém, nenhuma será realmente eficiente se não for acompanhada e mensurada. É necessário estar atento aos resultados para que cada recurso seja empregado da melhor forma possível.

Então, é preciso que você defina quais são os indicadores de desempenho das suas campanhas de marketing e crie uma boa frequência de acompanhamento.

4. Consultar à distância

Realizar consultas à distância é um dos piores erros que um médico pode cometer. Cada paciente é um caso diferente e é preciso fazer uma avaliação completa para que o tratamento mais adequado seja indicado e iniciado.

Por isso, mesmo que o paciente insista em fazer a consulta pelo telefone ou mesmo pela internet, recuse imediatamente e deixe claro que isso só pode ser feito presencialmente.

5. Divulgar fotos dos pacientes

Outro erro a ser evitado no marketing voltado para médicos ou clínicas é divulgar fotos dos pacientes. Ao querer demonstrar os casos de sucesso, utilize somente textos e ilustrações que não contenham as pessoas envolvidas. Além de antiético, postar fotos dos pacientes pode trazer grandes problemas judiciais.

6. Não ter um site

Pensando em manter uma boa presença na internet e criar campanhas de divulgação, criar e manter um site é essencial. Ele demonstra o profissionalismo e a seriedade do médico em questão ou da clínica como um todo.

Além da criação do ambiente online, seu site deve ser bem estruturado para que os visitantes sejam convertidos em pacientes. Para isso, é preciso que ele seja um espaço intuitivo e rico em informações relevantes.

7. Não criar e compartilhar conteúdo

Por fim, falando em informações relevantes, é muito interessante que o profissional de medicina publique artigos e muito conteúdo. Além de ajudar as pessoas com conhecimento, ele demonstra a sua capacidade para atuar como médico e, com isso, se transforma em uma referência no assunto ou na especialidade.

Portanto, como você pode perceber, o marketing médico é muito importante e deve ser bem planejado e executado. Os 7 erros que listamos podem colocar toda a estratégia em risco, então é preciso estar muito atento para não cometer nenhum deles.

Se você gostou do conteúdo desse post, nos siga nas redes sociais e fique por dentro de mais posts como esse! Estamos no Facebook e Instagram.

Compartilhe: